Vamos conversar?

Receba descontos e dicas exclusivas

7 dias em Nova York: Roteiro completo

Moeda da China – Devo já sair do Brasil com Yuan?

Qual a moeda do Japão: Qual dinheiro usar?

4 praias imperdíveis em Florianópolis

4 praias imperdíveis em Florianópolis

Eita que você quer saber quais são as praias imperdíveis em Florianópolis para nós. Aquelas que você precisa conhecer e se não conhecer vai se arrepender. Eu sei, Florianópolis tem muitas praias incríveis, algumas praias mais escondidas, outras no meio da badalação total. Mas para nós dois aqui, as praias imperdíveis precisam ter uma classificação. Aliás nessa classificação ela precisa ser limpa, bonita, ter boa infraestrutura e um espaço de areia.

Quando ir para Florianópolis?

Toda hora é hora, como já diria minha mãe. Porém, se você for entre setembro e começo de dezembro pegará uma Florianópolis não tão cheia. Nós fomos em Outubro e ela estava perfeitinha. Na semana as praias eram quase vazias e nos finais de semana ela não era tão lotada. Já que quando comparamos com o verão e as férias, floripa tende a encher bastante mesmo.

Isso significa que no verão não é pra ir? Não! Isso apenas significa que no verão o transito é um pouco mais intenso e as praias mais cheias, porém se você ler nossas dicas desse post das praias imperdíveis e se hospedar onde indicarmos, você não precisará enfrentar transito forte e consequentemente sua viagem será mais tranquila (quem quer perder tempo de praia dentro do carro?)

Praia dos Ingleses: uma das praias imperdíveis de Floripa

A nossa primeira da lista tem que ser a praia dos Ingleses. Primeiro que foi a praia que escolhemos passar 30 dias no nosso nomadismo digital. Segundo que a Praia dos Ingleses é boa e vale muito a pena ficar as suas férias por ali. Terceiro que a hospedagem que escolhemos pelo Airbnb em Florianópolis era muito boa e a uma quadra da praia.

Em segundo lugar ainda tinha de quebra um espaço de areia grande, que possibilita esticar a canga ou colocar a cadeira de praia e aproveitar o dia. Todos os dias corríamos (no caso eu caminhava, só o Will que corre hehe) e tomávamos um banho de mar. Não tem coisa melhor do que começar o dia com a água do mar na cabeça.

praias imperdíveis de florianópolis
foto: Latitude Infinita

Aliás, na região tem uma avenida grande com gastronomia local muito boa. Oferta de supermercados bons, alguns baratos outros nem tanto. Por falar nisso fiz um post sobre o Brasil Atacadista, um mercado na Praia dos Ingleses que é bom pra você que quer comprar sua comidinha e fazer em casa. Tem várias farmácias, lojas diversas (aliás tem uma de biquíni que fica na Rua do Marisco em frente ao Restaurante Magia do Sabor que é ótima).

praia dos ingleses é boa?
foto: Latitude Infinita

Além de tudo isso ainda tem uma duna que interliga a praia dos ingleses com a praia do santinho. As dunas são grandes, dá pra você correr um pouco ali e até fazer sandboard. Aliás a praia em frente as dunas tem ondas pequenininhas.

praias imperdíveis de florianópolis
Olha a quantidade de areia, vai dizer que não tem um espaço pra sua cadeira? hehe

Praia dos Ingleses vale a pena?

Se isso ainda não te convenceu, então assista o nosso vídeo na Praia dos Ingleses que eu tenho certeza que vai ganhar seu coração. Caso o que ganhe seu coração seja comida, te recomendo ler nosso post de sequência de camarão que foi em um restaurante nos Ingleses e que valeu cada centavo.

Onde ficar na Praia dos Ingleses?

Se você pensa em ficar nessa região, tanto para aproveitar a praia dos Ingleses quanto Jurerê, Daniela, Santo Antonio de Lisoa, Santinho, essas serão as suas melhores opções. Vou deixar aqui na lista 2 hospedagens em hotel e 2 em Airbnb, assim você tem como escolher entre 4 e não entre uma infinidade.

  • Airbnb Flat Ingleses: Essa foi a opção que escolhemos. O apartamento é bem localizado a uma quadra da Praia dos Ingleses e adoramos ficar aqui. Ele tem nota 4.81 de 5.
  • Airbnb pé na areia: Esse é do lado do que ficamos, a localização é ótima e no Airbnb ele tem nota 4.86 de 5.
  • Hotel Costa Norte: Na mesma região que os de cima (repare que eu curti a região hehe), ele fica bem pé na areia. Uma das saídas do hotel é direto na praia, super lindo! Nota 8.9 de 10 no Booking.
  • Pousada Tatuíra: Essa é uma pousada também próxima a praia, mais simples mas dizem que o café da manhã é uma delicia. Nota 8.8 de 10 no Booking.

Praia da Joaquina

Ou Joaca como é carinhosamente chamada. Aliás, a praia da Joaquina fica ao Leste da Ilha de Santa Catarina. Ela é mundialmente conhecida por causa dos campeonatos de surf que ali ocorrem, consequentemente tem ondas fortes e altas, ótimas para a pratica do esporte. Vale dizer que ela tem dunas e que são tão boas quanto as do Santinho que eu me diverti.

É sim uma praia de gente jovem e descolada, mas você também vai encontrar bastante família por ali. Já que todo mundo gosta mesmo é de um bom espaço de areia, uma boa infraestrutura com restaurantes em volta e uma água incrível.

Crédito foto: Will Terra em Unsplash

Se eu puder te indicar algo é você sair da sua hospedagem logo cedo e ver o nascer do sol nas pedras do lado esquerdo da praia. Ou até mesmo nas dunas. Sério, você vai me agradecer por esse espetáculo a céu aberto.

Muito cuidado ao tentar entrar no mar, ok? Lembre que ali é um local de surfistas e eles só aparecem nas praias que tem ondas fortes e profundidade! Então, preste muita atenção as marcações dos bombeiros, para que você não acabe entrando em uma parte muito perigosa.

Aliás ela fica a 5 km da praia do Campeche, próxima também da Praia Mole e da Lagoa da Conceição. Então, é um bom local para você ficar e manter como sua praia base, assim conseguirá ver as praias ao redor, mas sem muito deslocamento.

Onde ficar na Praia da Joaquina

Por falar em onde ficar na Joaquina, tem várias opções bem boas na região. Independente do tipo de poder aquisitivo que você tenha reservado para essa viagem, te mostrarei opções mais caras e mais baratas, todas com suas singularidades que as fazem ser destaque aqui.

  • Airbnb nas Dunas da Joaquina: Sério, ele fica em frente as Dunas da Joaquina. Achei o local bem arrumado e limpo e ele tem nota 4.92 em 5.
  • Airbnb praia da Joaquina: É no mesmo prédio do Airbnb acima, só os móveis que parecem mais novos e ele também é bem cotado entre os usuário. Ele é próximo da praia da Joaquina e fica a uns 15 minutos caminhando até o mercado. Nota 4.55 em 5.
  • Cris Hotel: Esse hotel fica bem na praia, só atravessar a rua e chegou na areia da praia. Os quartos são bem bonitos e tem um café da manhã que dá água na boca. Nota 8.5 em 10.

Praia de Jurerê

Há diferença entre Jurerê Tradicional e Jurerê Internacional, você até imagina que tem algum tipo de divisão entre essas praias, mas na realidade não. Eles são dois bairros que ganharam essa denominação por conta das construções modernas e cheias de grandes mansões, na parte internacional dela.

O que você poderá fazer é ficar em qualquer um dos lados de Jurerê, valendo de ressalva que do lado Internacional os preços são um pouco mais elevados, porém possuem alguns itens de luxo que na Tradicional pode não ter. Uma informação importante aqui é que na Jurerê Internacional tem várias baladas e beach Clubs, então caso essa não seja a sua vibe de viagem, pode sim ficar na Tradicional.

Crédito da foto: Greice Batista para Unsplash

Na praia Jurerê Tradicional você encontrará mais família, crianças e idosos. Já que a praia ali é bem calma e tem a sua temperatura da água mais morninha. O motivo da água ser morna é que ela é virada para o continente, ao contrário das outras duas praias que comentei acima que são viradas para o oceano.

Aliás, por mais que eu tenha dito que a tradicional não é tão balada quanto a internacional, ela também tem barezinhos com ambiente aberto e próprios para você tomar uma cervejinha gelada a noite e comer alguns petiscos de frutos do mar.

Crédito da Foto: Osmar do Canto para Unsplash

Em seguida você vai querer conhecer Jurerê Internacional. Esse bairro é bem planejado, bem estruturado e é considerado por muitos como a Miami brasileira. Os restaurantes ali são de alto padrão e você comerá do bom e do melhor com toda a certeza. No calçadão do Open Shopping é o local onde você vai querer parar. Ali também tem reservas de passeios de barco, lanchas e etc.

Onde ficar na praia de Jurerê?

Então, falando de Jurerê Internacional eu te recomendo ir para relaxar em um dos hotéis de ponta que tem por lá. Começando pelo Il Campanario que tem uma 3 piscinas grandes, uma parte da praia privada e quarto lindíssimo! (nota 8.7 de 10). Já o Jurerê Bach Village não deixa por baixo e chega mostrando que também é um hotelzão pra chamar de seu. Tem piscina também, entrada pra praia e os quartos são bem arrumados.

A terceira opção é um hotel Botique o Pousada dos Chás, os quartos são bem arrumados e bonitos, tem uma piscina com pequenos bangalôs para você se esticar. Bem lindo e a nota é 9.1 de 10.

Afinal de contas, o bom de ficar nesses hotéis e usar a infraestrutura deles, ir para ficar no hotel e na praia. Relaxar nas férias tão merecidas, só levantar os pés pro ar e aproveitar as férias.

Praia do Gavatá: Um paraíso depois da trilha

Para chegar na praia do Gravatá é necessário fazer uma trilha de 1 hora aproximadamente, ou então ir de barco. São essas as duas opções para você conseguir ir até a Praia. A princípio não ficará tão lotada, já que não são todos os banhistas que curtem fazer trilha ou podem fazer uma. Aliás no dia que fomos, que foi um dia de semana, ela tinha apenas 8 pessoas (contando conosco).

Praia do Gravatá
foto: Latitude Infinita

Fique atento: Nessa praia não tinha guarda-vida, ao menos não no dia que fomos. Então é melhor você ir para ficar no raso ou para aproveitar a areia e esticar uma canga.

Essa praia tem só 60 metros! Assim, ao longo da trilha e também nas pedras próximas a praia você encontrará a planta Gravatá, uma bromélia cheia de espinhos e bem linda. Eu super comendo você fazer a Trilha do Gravatá e conhecer a praia, mesmo!

A trilha é de dificuldade fácil/leve. Algumas partes dela você precisa ter mais atenção, mas nada que uma caminhada mais lenta não resolva. Portanto, em questão de trilhas sempre recomendamos que você faça logo cedo, para não perigar em se perder na trilha a noite. Então, vá cedo, leve sua comida e volte antes do entardecer.

Praias imperdíveis em Florianópolis
Aliás essa é a vista de cima da Praia do Gravatá: Linda né!

Onde ficar na Lagoa da Conceição

Só para exemplificar próximo da trilha do Gravatá tem a Lagoa da Conceição, local esse onde achamos que seria bem interessante de você se hospedar. Além da praia do Gravatá que achamos linda, tem a Praia Mole, Praia da Joaquina, Praia do Campeche. Todas essas ficam próximas da Lagoa. Então, você já consegue preparar uma viagem só desse lado da Ilha da Magia. Afinal essas praias também vivem em lista de praias imperdíveis em Florianópolis.

  • Vista pra Lagoa: Os comentários desse Airbnb são bem bons e tem uma vista da lagoa que surpreende tanto de dia quanto de noite. A nota é 4.75 de 5.
  • Airbnb na Lagoa: Aliás as fotos dessa hospedagem são lindas, comporta um casal tranquilamente, mais que isso o sofá cama não parece ser o mais confortável. A nota é 4.63 de 5.
  • Hyperion Boutique Hotel: Os comentários nessa hospedagem me fizeram ter vontade de voltar e ficar bem aqui. Esse hotel aceita cachorro e tem shuttler do aeroporto. Nota 9,6 de 10 no Booking.

4 praias imperdíveis em Florianópolis

Em conclusão, essas praias são as imperdíveis para se conhecer na sua viagem a Florianópolis, eu sei que existem tantas outras e que você deve estar pensando que eu deveria incluir a que você mais gosta, nesse caso eu te aconselho a comentar nesse post e nos contar qual a praia que você mais gostou de Florianópolis. Em resumo isso ajudará em muito todos os outros viajantes a conhecer mais coisas da Ilha da Magia.

Onde ficar em Curitiba: 7 lugares que valem a pena

Onde ficar em Curitiba: 7 lugares que valem a pena

ler artigo
Bandeira vermelha em Curitiba: Lockdown de 9 dias

Bandeira vermelha em Curitiba: Lockdown de 9 dias

ler artigo
O que fazer em Gramado: Quanto tempo ficar e mais

O que fazer em Gramado: Quanto tempo ficar e mais

ler artigo

Comente este post!