Trilha do Gravatá

Trilha do Gravatá

Florianópolis é conhecida pelas suas praias exuberantes e suas baladas animadas. Mas, sabia que Florianópolis é muito mais do que isso? Hoje te mostrando a trilha do gravatá, uma trilha de nível fácil/leve, que desemboca na praia do gravatá. Uma praia paradisíaca que só tem acesso pela trilha ou por barco.

Fizemos essa trilha em uma quarta-feira. Sabemos que aos finais de semana a praia recebe mais pessoas, que como nós e você, querem uma vista bonita, uma água sem ondas fortes e um pedaço do paraíso escondidinho entre pedras.

Vamos logo explicar como é a trilha e seu percurso, para que você não entre nessa sem saber de tudo o que é necessário para que a sua trilha do gravata seja perfeita.

Onde começa a trilha do gravata?

Essa pergunta é fácil, a trilha do gravata começa na rodovia Jornalista Manoel de Menezes 1640. Mas, se você for até lá de carro o começo da sua trilha é um pouco antes.

lagoa da conceição florianopolis
Estacionamos bem em frente a essa quadra de vôlei de areia na Lagoa da Conceição

Estacionamos o carro em frente ao Bar do Alemão. Bem na orla da lagoa da Conceição. Andamos alguns metros até o bar do Boni. O começo para chegar a trilha é ao lado direito dele.

Bar do Boni onde começa a trilha do Gravatá
É bem do lado direito dele, temuma trilha de asfalto

Você andará alguns metros nessa trilha com uma subida íngreme e sairá na rua Servidão Pedro Miguel Nunes. Chegando no topo dessa rua vire à direita e logo na sequência atravesse a rua, para começar de fato a trilha.

rua Servidão Pedro Miguel Nunes
Aliás essa é a rua da subida íngreme

Chegou no começo da trilha! Agora tenha atenção a bifurcação logo no começo. Você deve ir pelo lado esquerdo, como eu mostro na foto. Ele te levará até a praia do Gravatá. Do lado direito é a entrada de uma casa.

Como bem lembrou o Rodrigo nos comentários, o nome dessa trilha na realidade é “Caminho dos pescadores“, porém, ela é conhecida e pesquisada como Trilha do Gravatá. Chegamos a comentar disso no vídeo que você assiste abaixo.

início trilha do gravatá florianópolis

Eu sei que parece meio confuso. Várias ruas e trilhas pra chegar na trilha principal do Gravatá. Mas caso você tenha dúvida, nós filmamos esse trajeto pro nosso canal no Youtube. Então, só clicar no play ai embaixo e tirar a dúvida.

Qual dificuldade tem a trilha do gravata?

Quando pesquisávamos qual trilhar fazer, vimos que a do gravata é uma das mais fáceis e leves. Ela de fato é bem fácil de fazer. Mas você precisa tomar cuidado com algumas coisas:

  • Sim, ela tem bastante parte com pedra e areia. Então se você for um dia após uma chuva, tenha ainda mais cuidado na sua caminhada.
Ela não é toda assim tá? Só no começo que tem mais subida
  • Leve água, repelente, protetor solar. Parece bobeira falar isso, mas não é. Esses itens serão importantes ao longo do percurso. O repelente em si, principalmente se você tem algum tipo de alergia a insetos. Eu, por exemplo, tenho.
  • Comece a trilha bem cedo! De preferência as 07:00 da manhã. Eu sei que dá vontade de ir próximo do pôr do sol, ainda mais depois de ver as fotos que fizemos na praia do Gravatá. Mas se essa é a sua primeira vez na trilha, faça o mais cedo possível. Imagina ficar perdido quando anoitecer no meio da trilha? Vai ser perigoso!
trilha do gravatá é como?
Aliás a trilha na sua maior parte é assim

Ao longo da trilha você encontrará mirantes. Esse primeiro mirante da foto é onde o pessoal faz voo de parapente. Para reservar o voo, você precisa entrar em contato com as empresas locais do esporte. Vá com calma e aproveitando o ambiente. A trilha é fácil, mas não deixa de ser uma trilha. Logo, não é em asfalto, então fique atento a onde pisa.

Como é a praia do gravata?

Eu achei a praia linda. Como disse, fomos em um dia de semana, então a praia era praticamente deserta. Tinha só nós dois e mais 8 pessoas. Apenas incrível, mesmo!

praia do gravatá florianópolis

Tem areia para você esticar a sua canga e pegar um sol. As ondas não são fortes, então você conseguirá tomar um banho de mar sem lutar contra as ondas.

Caso você vá com seus itens para comer (fizemos isso), não esqueça de trazer seu lixo. O local não tem gari ou cesto de lixo. Então, se levou? Volte com ele.

praia do gravatá

Não tem estrutura de bar e restaurante. Como eu disse, o local só é acessado por trilha ou barco. Dessa forma não haveria como ter algum tipo de comércio que fosse viável em seu valor (pelo menos é o que eu acho). Também não vimos ambulantes na praia, mas creio que em alta temporada deve sim aparecer algum lá.

praia do gravatá
Não tem como não se apaixonar por esse lugar

A trilha do gravata é boa pra criança?

Eu acho isso bem relativo. Eu não tenho filhos, então não sei quais as necessidades e dificuldades ao se levar uma criança pra uma trilha. Mas quando estávamos voltando na trilha encontramos dois casais com crianças. Uma de seus 7 anos e outra menor.

Nas áreas onde você precisa ter mais cuidado, mas nada que levar a criança no colo não resolva. Então, se é possível? É! Mas dependerá tão somente de você.

como é a praia do gravata em florianopolis

Trilha do Gravatá: o que saber antes de ir

A trilha tem dificuldade fácil. Há mirantes ao longo do seu percurso, o que te proporcionará imagens incríveis da praia mole e da própria praia do Gravatá. Caso você chegue na praia do gravatá e queira continuar a trilha, tem como ir andando até a Praia Núcleo do Vulcão, nós não fizemos. Porém, nos reviews que lemos essa parte tem um pouco mais de dificuldade.

Só da parte que fizemos, indo até a praia do Gravatá e voltando já deu um total de 5,8 km. Aproximadamente 7.942 passos e 57 andares. É, meu celular conta os passos hehe. Deu um total de 1 hora da entrada da trilha, até chegar na praia.

5 comentários sobre “Trilha do Gravatá

  1. Olha que há uma placa com letras grandes “Caminho dos Pescadores”. E Praia Núcleo do Vulcão é o fim da picada 🤣🤣🤣

    1. Sim, chegamos até a mostrar a placa e falar sobre, mas como a pesquisa sempre é trilha do Gravatá e não “caminho dos pescadores” 😂😂 né?
      Então, não fomos até o final, como disse. Mas as pessoas que estavam ali na praia comentaram do núcleo do vulcão. Você já foi? Não existe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo