Comece reservando seu hotel

Seguro viagem com desconto

Assista os vídeos para se inspirar!

Como é a vida de um Nômade?

Como é a vida de um Nômade?

A vida de um nômade é, acima de tudo, uma vida de liberdade. Não há fronteiras para os nômades, apenas o horizonte. Nós somos livres para ir e vir, para fazer o que quisermos e como quisermos.

Pode até parecer um tanto utópica essa vida, já que como é possível viver e sentir-se pertencente a um lugar dessa forma? Como é possível ter uma família ou até um emprego que permite esse tipo de movimento? É possível e estamos nesse estilo de vida a dois anos.

A grande questão é que nós sabemos qual é o preço dessa liberdade toda. É preciso ter muita coragem para enfrentar o mundo sem um lar para chamar de seu. É preciso ter muita força de vontade para construir algo duradouro quando você está sempre em movimento. E principalmente é preciso muita segurança para saber que haverão momentos em que não estaremos com nossos pais ou irmãos, mas que estamos em busca de nossos sonhos.

Nós acreditamos que a liberdade vale a pena. Já que a vida nada mais é que uma jornada, e cada novo dia traz novas experiências.

A rotina é mutável e as fronteiras são ilimitadas.

Neste artigo, você conhecerá alguns dos principais desafios da vida de um nômade: encontrar um lugar para chamar de lar, manter relacionamentos e construir uma carreira sólida.

É possível ter uma vida nômade?

Sim, é possível. Nós dois somos nômades digitais a dois anos, prestes a completar três. Ambos trabalhamos de formas diferentes, eu sou editora de vídeo e social media. Will é trader. Somos casados a quase 10 anos e encontramos nesse estilo de vida uma possibilidade de fazermos o que gostamos e sermos mais felizes com nossas escolhas.

Expliquei nesse vídeo abaixo, que foi em formato de ao vivo, sobre quais são os pontos que um nômade precisa ter para começar.

Nesse ao vivo eu tiro dúvidas e conto quais são os pontos principais para a vida nômade

A rotina de um nômade

Essa é a parte principal da vida do nômade, a sua rotina vai ser alterada a cada novo momento. Cada vez que mudamos de hospedagem, seja ela pelo Airbnb, Booking ou Trusted House Sitters, nossa rotina se altera. Então você precisa mesmo ter um pouco mais de flexibilidade e aceitar mudanças mais facilmente.

Por exemplo na Grécia a minha rotina era dessa forma:

Já na Polônia a minha rotina foi diferente e até trocar de equipamento foi necessário:

Mas a gente consegue visitar os lugares e conhecer destinos que nem estavam em nossos roteiros tradicionais, como por exemplo quando conhecer Gdansk na Polônia:

Já ficamos em vários tipos diferentes de hospedagens, atualmente estamos no formato de troca de hospedagem por cuidado de animais. Contei um pouco mais sobre nesse post “Como funciona o Trusted House Sitters” e também expliquei nesse vídeo abaixo:

As dificuldades de uma vida sem lar

Nem tudo são rosas e eu gosto de deixar isso muito claro. Há sim dificuldades, momentos em que você irá se questionar se quer continuar ou quer regressar e tá tudo bem! Você tem que lembrar que esse estilo de vida te permite muita coisa e uma delas é poder escolher o que você quer fazer com a sua vida. Quer voltar? volta! Quer ir pra um próximo destino? vai.

Já perdemos trem e tivemos que tentar nos comunicar no idioma local, já que o inglês não tinha como ajudar. Já perdi quase todas as minhas roupas em uma máquina de lavar que deu problema e eu não sabia como chamar o técnico de lavadora em alemão.

Já passamos mal com intoxicação alimentar e tivemos que nos virar para chamar ambulância, ir para hospital e depois todo trâmite de reembolso de seguro viagem. Já enfrentamos uma guerra na porta ao lado e ficamos com muito medo.

Há sim dificuldades, entenda que elas são possíveis e que tudo vai depender de como você irá encará-las. Até o momento, mesmo com tudo isso, eu ainda acho que esta sendo muito mais positivo do que negativo.

A liberdade de ir e vir

Precisa sempre lembrar que dependendo de onde você estiver há necessidade de visto específico e até mesmo um tempo específico de permanência. Atualmente estamos a bastante tempo rodando pela Europa porque eu tenho dupla cidadania, mas se não fosse isso já teríamos que ter saído da Europa a váááários meses. Então você sempre precisa ficar atendo a visto e prazo de permanência, para não acabar tendo que sair as pressas.

Queremos ir para a Ásia, por exemplo. Cada país por lá tem um período específico de permanência ao turista, então toda a nossa programação para lá tem que ser muito bem pensada, assim conseguiremos visitar a maior parte dos países e sem muito problema entre as viagens.

Mas nós já ficamos como nômades digitais no Brasil, o que é super recomendado ainda mais se você está começando. Já que não terá barreira de idioma e também consegue ter uma boa ideia de como é essa vida.

A hospitalidade nas casas dos outros

Tanto pelo Airbnb quanto pelo Trusted House Sitters, você precisa pesquisar bem sobre quais casas quer ficar, quais as dificuldades e quais os pontos que você não aceita de forma alguma. Eu por exemplo preciso que a internet seja muito bom, mas tem que ser muito boa mesmo. Então esse é um dos itens que eu sempre olho em todas as hospedagens que vamos ficar, já que eu necessito que esse item seja um dos principais.

Expliquei um pouco mais sobre o que eu sempre olho e quais os itens que você pode querer ver, nesse vídeo no nosso canal:

É fácil um nômade fazer amizade?

Depende. Se você ficar em hostel e até mesmo trabalhar em coworking, pode ser bem mais fácil. Nós parecemos ser bem sociáveis, como você vê pelos vídeos, mas eu te digo que não é 100% assim. Eu por exemplo tenho um cronograma de trabalho bem apertado, então tudo que me tira do meu cronograma me atrapalha. Para encontrar pessoas em cada lugar eu preciso que encaixe na minha agenda por exemplo, e isso é sim uma questão que nem todo mundo entende.

Tem que lembrar sempre que eu não sou uma turista tradicional, então eu preciso seguir minha agenda de trabalho. Mas em alguns lugares nós conseguimos conversar mais com as pessoas e ter um contato maior. Mas amizade de conversar sempre? alguns nômades, alguns amigos imigrantes sim.

O constante movimento

Confesso que esse constante movimento é muito agradável para nós dois. Quanto mais tempo ficamos no lugar, mais vontade temos de sair logo. Percebemos que 3 meses é o nosso máximo em cada cidade, mas isso pode mudar. Lembre que a liberdade é sua e você decide o quanto quer dela.

A aventura que é a vida de um nômade

A vida nômade é uma aventura sem fim. Toda semana tem uma coisa nova acontecendo, uma dificuldade, uma facilidade, uma aventura. Eu estou cada dia mais gostando desse estilo de vida que adotamos, está sendo bem incrível, posso garantir.

Nunca imaginei, por exemplo, que conheceria Viena na Áustria. E eu me apaixonei a primeira vista com essa cidade.

Conclusão

Esperamos que após essa leitura, você se sinta inspirado a sair do lugar-comum e explorar o mundo. A vida de um nômade é uma vida de liberdade e você pode ter isso também. Inscreva-se em nosso canal para ver como é de verdade a vida de um nômade digital. Será uma experiência enriquecedora, garantimos!

5 perguntas frequentes em qualquer imigração

5 perguntas frequentes em qualquer imigração

ler artigo
Trusted House Sitters: Como conseguir hospedagem de graça na viagem?

Trusted House Sitters: Como conseguir hospedagem de graça na viagem?

ler artigo
Nômade digital na Polônia

Nômade digital na Polônia

ler artigo

Comente este post!

Ficou com alguma dúvida?