7 dias em Nova York: Roteiro completo

7 dias em Nova York: Roteiro completo

Você comprou suas passagens para Nova York e agora está procurando algum roteiro legal para encaixar nessa viagem? Acertei né. Então segura a empolgação aí que esse texto é cheio de dicas legais para uma viagem de 7 dias em Nova York.

Se você ainda não nos conhece e a nossos roteiros, nós somos a Aline e o Will do Latitude Infinita. Viajamos o mundo colhendo experiências diferentes (e algumas comuns também) por esse mundo afora. Além disso, já fomos a Nova York muitas vezes, até pelo motivo de Nova York ser a cidade favorita do Will nesse mundão todo.

Para que tudo fique certinho, ele levou mais de uma semana criando esse roteiro de 7 dias em Nova York, relembrando tudo que já visitou (e visitamos), marcando as coisas mais legais para se fazer e até estruturando como você fará esses passeios de transporte público ou a pé. Então, sinceramente? Esse roteiro aqui está redondinho para que você possa imprimir e usar em sua viagem.

Ah, seja bem-vindo a Nova York!

O que preciso saber antes de ir a Nova York?

Brasileiro precisa tirar visto de turista caso queira visitar os Estados Unidos. Esse é um passo importantíssimo para qualquer viagem à América do Norte. Então, antes de até comprar a sua passagem, recomendamos que você já dê entrada na obtenção do seu visto para os Estados Unidos. Lembrando que você precisa de um passaporte válido e aí solicitar o visto.

Outro item de extrema importância é o seguro viagem. Aliás ele não é obrigatório para os Estados Unidos, porém, em hipótese nenhuma você deve fazer sua viagem até lá sem um seguro. Sério, em hipótese nenhuma. A saúde nos Estados Unidos é caríssima e qualquer consulta básica que você fizer, vai custar aí uns 500 a 1.000 reais. Se você ainda for levado de ambulância, vai ter que pagar também essa ambulância. Caso precise de algum procedimento médico? Piorou, o custo de cada procedimento nos Estados Unidos é absurdo. Em conclusão não é à toa que tem muita gente por lá que entra em falência por conta das altas contas no hospital.

Você não quer que a sua viagem de 7 dias em Nova York se torne uma dívida infinita, só porque você quis economizar no item de extrema importância, né?

Então, faça sim seu seguro viagem. Nós somos parceiros da Seguros Promo e cotamos os nossos seguros sempre com eles. Te recomendo conferir qual seguro viagem é melhor pra você.

Nova York com neve ou sem neve?

E aí, você ainda não sabe qual vai ser a temperatura na sua viagem e está com receio de no mês que decidiu ir, não tenha nada para fazer por lá? Então, Nova York é especial bem por conta disso. Nova York tem atrações o ano todo.

Você só precisa ficar atento que por se tratar o hemisfério norte, as estações do ano são ao contrário das nossas. Então, se você planeja viajar a cidade nas suas férias de janeiro, lembre-se que lá é inverno. E se o frio não for a sua, melhor evitar sim essa época do ano.

Nós já fomos tanto em dezembro e janeiro, quanto em agosto e setembro. Esses meses tem propostas diferentes, já que em dezembro e janeiro a cidade fica bem gelada, podendo até ter alguns flocos de neve. Mas o mês que tem mais chances de ter neve é fevereiro. Vale ressaltar aqui que ‘tem chances’ não significa que vai ter. Previsão do tempo é uma previsão, não uma certeza.

O que tem pra fazer em Nova York?

No quesito esportes e liquidações, para que você tenha uma ideia mais visual e melhor, vai aqui uma tabelinha esperta dos meses em que as principais atrações e liquidações acontecem.

atrações por meses em nova york

Os times de Nova York na NFL são New York Jets e o Giants, na liga de futebol americano; Ademais o Yankees e o Mets na liga de Beisebol; Como também o New York Knicks e o Brooklyn Nets na liga de basquete; Além de New York Ranger na liga de hockey no gelo.

Você pode comprar os ingressos para esses jogos por aqui e conferir se tem algum valor mais em conta, caso você queira ver um jogo, mas não necessariamente torce para nenhum time.

Qual a melhor época pra ir a Nova York?

Na nossa opinião, o melhor mês é setembro por conta do clima. Fica mais calorzinho, mas também não é aquele calor absurdo de passar mal. Então, em setembro é sim uma boa época para ir. Só fique atento as datas, já que em setembro, como você viu na tabela ali em cima tem vários jogos pela cidade, consequentemente os preços nos hotéis costumam aumentar por conta da demanda.

Photo via: on Visual hunt

Como sair do aeroporto JFK?

Normalmente quem vai a Nova York chega pelo aeroporto JFK. Mas se caso seu voo não for direto e faça conexão em alguma cidade americana antes, pode ser que você chegue em La Guardia. Ou ainda o aeroporto que fica em Nova Jersey, vizinha de nova york, o Newark.

Por conta disso, iremos abordar principal aeroporto que é o JFK. Aliás, a região principal onde estão a maioria das atrações na cidade é Manhattan. E o aeroporto, para você se situar, fica cerca de 25km de lá.

Para você sair do aeroporto e ir até Manhattan tem várias opções. Vou enumerar aqui do mais caro para o mais em conta.

Taxi em Nova York

Do aeroporto JFK até qualquer ponto de Manhattan existe uma tarifa fixa. Porém, é necessário adicionar o pedágio do caminho e a gorjeta. Espere desembolsar entorno de 65 a 70 dólares. Ao passo que eu espero que a cotação esteja melhor quando você estiver assistindo lendo esse post. Porém, na cotação atual essa viagem de taxi fica por volta de 351 reais. Mas se tiver tipo umas 4 pessoas, valerá pelo conforto.

Uber em Nova York

O valor do Uber em Nova York se assemelha bastante com o dos taxis. Você usará o seu aplicativo que utiliza aqui no Brasil mesmo, não precisa baixar nenhum outro. Aliás a única diferença será que o cartão de crédito precisa ser internacional. De resto, sem grilo. Só chamar, esperar o Uber chegar e aproveitar a sua primeira vista da cidade.

Transfers privados

Tem vários, alguns com motoristas brasileiros, outros com americanos. Vai depender de qual opção você escolher. Nós nunca usamos essa opção, então, não posso te dizer quanto custa e se a experiência é satisfatória, mas creio que seja.

Van Compartilhada

Custa cerca de 25 dólares por pessoa. Vantagem que se você estiver sozinho, sai em conta e te deixa na porta do hotel. Em contrapartida dependendo de onde estiver seu hotel, você pode ser o último a ser deixado, imagine se tiver 10 pessoas na van, você vai passar um tempo considerável dentro dela.

Ônibus saindo de JFK para Manhattan

Existe um ônibus que faz esse trajeto. Ele custa 19 dólares por pessoa, mas a desvantagem que ele só funciona das 11 às 19:00 h. Então se você chegar muito cedo ou muito tarde, não conte com ele. Fique atento ao seu horário de chegada (contando com o tempo na imigração e na retirada das suas malas).

Transporte Público em Nova York

Transporte Público é o que nó sempre usamos. Já comentei por aqui como faz para utilizar o transporte público em Nova York. Além de que ele ser bem fácil de entender e temos certeza que você irá conseguir.

  • Airtrain JFK 7,75 e somente com MetroCard.
  • Metrocard: dia $3 e semana $33. O metro funciona 24 horas por dia
  • Trem: peak e off-peak. Peak é 6-10 da manhã sentido nova York ($ 10,75) e 4-8pm saindo de Nova York ($ 7,75)

Onde ficar em Nova York?

Hospedagem em Nova York via de regra não é barata. Principalmente se você for ficar em Manhattan. Nós sempre nos hospedamos em Queens que é a região vizinha a Manhattan. Aliás já fizemos um post contando onde ficar em Nova York e todas as opções que já escolhemos. Lá você verá foto os quartos e também os preços que pagamos, assim facilitará em muito a sua pesquisa.

7 dias em nova york - vista do quarto
Essa é a vista de um dos quartos que ficamos

Roteiro de 7 dias em Nova York

Esse é o seu primeiro dia na cidade. Lembre-se que nesse roteiro vamos incluir aquelas atrações que entendemos serem as essenciais. Aquelas que você precisa conhecer na primeira vez que visitar a cidade.

Primeiro dia em Nova York

Seu primeiro dia na cidade, o ponto inicial:
Estação 42nd street do metro (Times Sq – 42 st)

Assim no seu primeiro dia em Nova York o que a gente quer é que você tenha aquela sensação de estar na Big Apple! pois é por conta disso que você começa pelo fervo da cidade. A famosa Times Square. Comece na altura da estação 42nd e já terá uma ideia da imensidão que é essa estação. Caminhe pela avenida Broadway no sentido ascendente. Igualmente por via de regra as ruas em Nova York são na horizontal e as avenidas, na vertical. Não é uma regra absoluta tá? Aliás a partir de determinado ponto de Manhattan as ruas levam o nome do número ordinal. Em conclusão: Você saiu na rua 42 siga sentido 43, 44 etc.

roteiro de 7 dias em nova york
Aliás essa foto é do Visual hunt

Assim que você começar a caminhar por ali você vai encontrar várias lojas, gente de todo lugar do mundo e aquela famosa esquina onde fazem o evento de réveillon na cidade. Lembra? Da bola que sobe e tem a comemoração clássica de todo mundo parada ali esperando o ano começar.

7 dias em nova york - times square
Will fazendo graça na Times Square @latitudeinfinita

Caminhando até a rua 50 e depois de se surpreender com um monte de coisa que você viu vire à direita. Dessa forma em algumas quadras você encontrará o Rockefeller Center. No topo desse prédio tem um observatório que permite uma vista 360 graus. O Top of the Rock. Aliás guarde esse nome. Pois nós vamos falar mais detalhadamente sobre os observatórios no final do post. No Rockefeller Center você encontrará coisas da rede de TV NBC. Se você tiver sorte, ainda é capaz de ver o pessoal dos programas diários da emissora.

O que fazer na região da Lower Manhattan?

Seu segundo dia na cidade, o ponto inicial:
Battery Park.

Assim em seu segundo dia, a sugestão é desbravar o chamado Lower Manhattan. Começando o dia no Battery Park que é um parque que fica no extremo sul de Manhattan. Então dali sugerimos duas possibilidades para admirar e apreciar a estátua da Liberdade. A estátua da Liberdade fica numa ilha própria. O barco que sai para essa ilha é pago e você pode adquirir antes da viagem. Aliás, caso você queira subir na coroa da estátua, é possível e esse ingresso que é comprado antecipadamente pelo site e se esgota com facilidade! Então agilize a compra assim que você já tiver as datas da sua viagem.

Photo via: on Visual hunt

A outra opção é pegar o ferry que sai dali do ladinho na chamada South Ferry Station e vai até Staten Island.

Como Nova York é dividida?

Aliás como Nova York é dividida? A Staten Island é uma das regiões da cidade de Nova York que fica do outro lado da baia de NYC. A cidade é composta por 5 regiões, sendo eles: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island.

Photo via: on Visual hunt

Como ver a Estátua da Liberdade?

Conforme segue o roteiro o ferry é gratuito e serve para a população se deslocar entre as duas regiões. Do ferry você tem acesso a uma visão estratégica da estátua da liberdade e de Manhattan.

A gente adorou andar no ferry

Assim que você chegar em Staten Island, do outro lado, simplesmente entre novamente na área para pegar o ferry e voltar pra Manhattan. Nós fizemos um video desse passeio no Ferry, só assistir aqui embaixo.

Voltou para Nova York? Então, nessa região sul fica a parte financeira da cidade. Tem a famosa Wall Street. Ali fica também a bolsa de NYC e a escultura the charging bull. Assim reza a lenda que segurar as genitais do touro da boa sorte, se é verdade ou não, nunca saberemos não é? Só lembre de levar álcool em gel, já que todo mundo encosta a mão ali.

Enfim caminhe até a região vizinha ao Centro Financeiro a Chinatown. Você pode ir caminhando, cerca de 1.6km ou pegar um metro e em 15 minutos chega lá. Aliás aproveite pra provar algumas comidas típicas chinesas e se sentir realmente na China. Não apenas pela culinária, mas também porque você vai perceber que muita gente lá não fala inglês. Caminhe pela Canal street, o Columbus Park e a rua Doyers, conhecida como Bloody angle ou angulo sangrento. Surpreendentemente antigamente ali era local de execução entre as gangs locais (ok, isso foi meio creepy).

grafite em nova york
Tem vários murais bem legais por lá

Veja Manhattan pelo Brooklyn Bridge Park

Dali nós recomendamos que você pegue um metro até o Brooklyn Bridge Park. Aliás como o nome diz, é um parque que fica na beira do rio na redondeza da ponte brooklyn que é bem bonita. Dali dá para tirar uma foto da ponte e do lado leste de Manhattan. Certamente caso você queira ali também é um ponto que muita gente a foto com a ponte no fundo. Nós não conseguimos porque não achamos a rua (hehe). Mas já anote aí que fica na rua Washington.

o Brooklyn Bridge Park é muito lindo!

Caminhada recomendada do dia

E ai, curtiu a região? Agora volte para Manhattan atravessando a ponte a pé. Aliás, o trajeto até a primeira estação do outro lado da ponte vai ser aí uma caminhada de uns 2.2 km e você provavelmente já vai estar meio cansado. Mas recomendamos, pois, é uma experiência que deve ser feita. Só cuidado com o entusiasmo de tirar fotos e não invadir a pista das bicicletas, pois você poderá ser xingado por um local ou ser atropelado por uma bicicleta.

Photo via: on Visual hunt

O que fazer no Central Park?

Seu terceiro dia na cidade, o ponto inicial:
estação 77 street (linha verde)

Nesse terceiro dia será para explorar o Central Park e sua redondeza. Saindo da estação da rua 77 em direção ao parque você vai caminhar cerca de 1km para chegar no primeiro ponto. O famoso Bethesda Terrace. Aliás é ali que muita gente gosta de tirar fotos. E realmente rende bonitas fotos.

Caminhando na orla do lago você vai encontrar a Bow Bridge. Que é uma ponte em estilo vitoriano que já foi cenário de filme. Tire as fotos, mas não atravesse a ponte. Você vai continuar do lado de cá, pois o próximo ponto é o famoso Strawberry fields. Foi feito em homenagem a John Lennon que foi assassinado ali perto. Ele morava no edifico Dakota que você verá na esquina da Central Park West e rua 72. Outras atrações que você pode considerar é o Belvedere Castle. pois é, existe um castelo dentro do central park!

Tem também o conservatory water onde é possível brincar com barquinhos de controle remoto. Ah caso queira pode fazer como fizemos uma vez que é alugar uma bicicleta e dar a volta em todo o parque.

Aliás nesse dia estava bem frio, foi em Janeiro.

Onde comer nesse dia?

Caminhando pela avenida central park west, avenida que margeia o parque do lado oeste, você chegara ao Columbus Circle. Esse é um local que nós adoramos passar algum tempo. Ele fica sendo o central park um retângulo, na quina inferior esquerda do park vamos assim dizer.

Aliás no Columbus circle tem um supermercado Whole Foods, rede essa comprada pela Amazon e tem muita comida boa. Faça um apanhado ali no buffet deles que é por peso e leve para comer no Central Park que já é do outro lado da rua. Inegavelmente você merece um pic-nic no central park, por que não!

Quais museus visitar em Nova York?

Depois do almoço, de barriguinha cheia, de cada lado do parque estão dois dos principais museus da cidade. Do lado oeste está o Museu de História Natural e do lado leste que é a 5a avenida, está o Metropolitan Museum of Art.

No museu de história natural, você vai encontrar uma coleção de minerais, animais, plantas e fosseis. Aliás até de dinossauro! E é o maior museu de história natural do mundo. Já no museu de arte, tem obras de Van Gogh, Claude Monet, Picasso.

Veja qual é do seu gosto ou o que vocês sentem em fazer naquele dia. Só não sugerimos que tente fazer os dois no mesmo dia porque é humanamente impossível. Caso você queira visitar os dois, tente encaixar o outro em algum outro dia.

Caminhada recomendada do terceiro dia

Depois de sair do museu, na esquina inferior agora, direita do parque, é onde começa a caminhada que te recomendamos fazer. Dirija-se até a Apple Store que fica na 5a avenida com rua 59 e dali vá caminhando pela 5a avenida! pois andando ali umas 10 quadras você vai chegar na Catedral de São Patrício, ou Saint Patricks Cathedral. Aliás essa caminhada vai ser uns 640m.

Lugares para comprar em NYC

Pois bem, no seu quarto dia na cidade, para dar aquela quebrada no ritmo intenso de passeios, recomendamos um dia para fazer compras! Em Manhattan mesmo, andando pelas ruas fatalmente você já vai encontrar muitas lojas que vão te interessar. Mas, os lugares que vamos sugerir aqui são famosos por terem bons descontos.

Woodbury Common

Aliás o maior de todos e que é o queridinho dos brasileiros é o Woodbury Common. Ele é o mais longe. Para ter uma ideia fica a 80km do centro da cidade. Mas tem como ir de ônibus até lá. A empresa que faz esse trecho é a Gray Line e você consegue comprar a passagem no site deles. Custa 42 dolares ida e volta.

Então se estiverem em 3 ou 4 pessoas, estude a possibilidade de alugar um carro para esse dia. Fica mais confortável, sem falar que você terá um local para ir colocando as compras durante o dia.

  • Vantagens: é o maior. Tem umas 200 lojas e costuma ter boas promoções. Caso opte em ir nele, estude de antemão as lojas que te interessarem. Do contrário, corre o risco de você andar o dia todo e deixar loja que talvez você gostaria de visitar para trás.
  • Desvantagem: É a céu aberto. Então, se for um dia chuvoso, vai precisar de guarda chuvas e no inverno precisa estar agasalhado. Tenha isso em mente, para decidir se vale a ida para lá.

Jersey Gardens

Jersey Gardens. Aliás sabia que esse é o nosso preferido? Fica em Nova Jersey do ladinho do aeroporto Newark. De ônibus sai 14 dólares ida e volta. Ah então ambos os ônibus saem da rodoviária principal de NYC que é a Port Authority Bus Terminal.

A grande vantagem é ser um shopping coberto como estamos acostumados. E também tem loja para ficar o dia todo. Então não se preocupe que tem opção para todo mundo. Recomendamos que imprima os cupons de desconto para as lojas que você mais gosta e/ou quer comprar.

Queens Place e Queens Center

Queens Place Mall. É o mais perto dos 3 shoppings. Fica a uns 12 km do centro da cidade. O carro chefe ali é a Macys Backstage. Como se fosse a ponta de estoque da loja Macys. Mas tem Target que é um supermercado.

Entretanto se não for suficiente, se você andar 300 m encontrará o Queens Center que é outro shopping com muitas lojas também.

Quinto dia em Nova York

Seu quinto dia na cidade, o ponto inicial:
Estação da rua 14 – Union Square

A Union Square é uma praça bem charmosinha e que tem uma feira de produtores que já é bem tradicional. Tem produtos orgânicos e vários outros tipos de alimentos. Ah! Só lembre de você visitar numa segunda, quarta, sexta ou sábado. Então, se seu quinto dia caiu num domingo, numa terça ou numa quinta, troque os dias para conseguir aproveitar essa feirinha.

Aliás em frente a praça na face sul tem uma Whole Foods bem grande também se quiser alguma comidinha diferente.

Caminhada recomendada

Saindo da praça você vai seguir pela avenida Broadway que corta a praça transversalmente. Mas tenha certeza que você está seguindo rumo norte. Então as ruas têm que estar aumentando. Rua 17, rua 18 e etc.

Nesse trajeto se você gosta de artigos esportivos não deixe de entrar na loja Paragon Sports. Dois quarteirões para cima fica uma loja que a gente adora. Chama Fishs Eddy. Tem coisas para casa. Pratos, copos, talheres. Mas tem uns modelos bem legais. Você vai entender o que a gente está falando. Não deixe de conferir também.

Uns 640m caminhando então pela Broadway, você vai chegar numa outra praça chamada Madison Square Park. Ali você vai encontrar um edifício icônico de Nova York. O Flatiron building. Um prédio de formato triangular que foi revolucionário pra época. Tem esse nome porque parece um ferro de passar.


Então, eu sou apaixonada por esse prédio

Onde comer por ali?

Então nessa praça tem um quiosque da rede Shake Shack. Se você nunca ouviu falar, Shake Shack é uma rede de hambúrguer que olha é muito bom! E surpreendentemente esse da praça Madison foi o primeiríssimo restaurante. Porém se você não quer um hambúrguer e gosta de uma comida italiana ali está localizado a filial nova iorquina do Eataly. Loja e restaurante italiano que tem de tudo do melhor da Itália.

que saudade desse hamburgão

Conheça o Bryant Park

Então dali da praça você pega um metro linha amarela e em 10 minutos você desce na estação da rua 42 e chega na próxima atração que é o Bryant Park. No inverno, ali tem uma pista de patinação e no restante do ano tem um gramado o que dá para relaxar um pouco. Ah! aliás no parque tem um banheiro público que é bem tranquilo de usar. Coisa rara em Nova York.

Continue pela rua 42, bem do ladinho do parque você vai ver um edifício bem bonito que é a biblioteca pública de Nova York.

Will lembra que na primeira vez que ele foi a NYC ainda não existia smart phone, muito menos 4G. Assim ele ia na biblioteca para usar um dos computadores e conseguir acessar o e-mail. Contudo mesmo hoje em dia não precisando mais de um computador para conseguir acessar internet, dá uma olhadinha de como é imponente seus corredores e arquitetura.

Então saindo da biblioteca, caminhe mais duas quadras na própria rua 42 e você vai chegar numa das estações mais bonitas do mundo. A estação Grand Central. Inegavelmente você já a viu em algum filme. Rende muitas fotos e se quiser comer algo, tem uma praça de alimentação com bastante opção. E tem uma Apple store dentro também.

Eu sou apaixonada nesse local

Sexto dia em Nova York

Seu sexto dia na cidade, o ponto inicial:
Estação World Trade Center

Nosso dia começa no Memorial do 11 de Setembro. Local onde ficava o World trade center e agora tem um museu e duas piscinas com os nomes das vítimas no local que ficavam as duas torres. Aliás, saindo do metro aprecie a estação de World Trade Center que conta com um edifício projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Similarmente foi ele que desenhou o Museu do Amanhã que fica no Rio de Janeiro. Você vai ver perceber uma semelhança.

O ingresso para o museu do 11 de Setembro pode ser comprado com antecedência pelo site deles. Assim fica mais fácil caso você queira se programar. Ah, e ali é um clima um pouco pesado para algumas pessoas. Então tenha isso em mente. Já que é um local onde muita gente morreu.

O novo prédio do World Trade Center tem também um observatório no topo que é possível observar a cidade do alto. A princípio a vantagem desse observatório é que você terá uma melhor visão da parte sul da cidade e da ponte Brooklyn. 

Photo via: on Visual hunt

Do ladinho do World Trade Center fica uma loja que vale a pena conferir que é a Century 21. Se você no Jersey Gardens que é um dos shoppings que recomendamos no dia de compras, tem uma filial lá também.

aliás você verá muitas flores nos nomes das vitimas

Região do Chelsea Market

Saindo dali pegue um metro da linha Azul e em 20 minutos mais ou menos você vai chegar no Chelsea Market. Antigamente ali funcionava a fábrica da Nabisco que produz o Oreo, mas atualmente virou um mercado com muita opção de comida boa.

Caso você goste de Starbucks, do lado do mercado tem uma Starbucks especial que é o Starbucks Reserve Roastery. Fizemos um vídeo lá caso você queira conferir antes.

Caminhada recomendada no sexto dia

Depois de sair do mercado, vamos para mais uma caminhada recomendada. Atrás do mercado passa o High Line. Que antigamente era onde passava trem e faziam o abastecimento de comida na cidade. Hoje virou uma passarela reformada com muitas plantas. O trajeto tem quase 2km. E fiquei pensando numa maneira de como te orientar para que lado do high Line seguir. Na altura do Chelsea Market, quando você sobe no High Line tem uma parte que você consegue ver o rio Hudson.

Aliás olha essa pose de princesa hahaha

Você vai seguir na direção que o rio fique a sua esquerda. Se você tiver com o GPS ligado, você precisa seguir para o norte. Aliás tem vários locais para tirar foto pelo caminho, como esse da foto de cima. Por fim, você verá um prédio com uma estrutura bem peculiar. É o Vessel que as pessoas dizem que parece uma colmeia.

Eu sei, esse dia abusamos das suas pernas. Além de ter andado um monte, agora vai ter um monte de escada para subir. Mas a vista do pôr do sol ali de cima vai recompensar o esforço.

Bem como nessa região fica também o observatório mais novo da cidade que se chama EDGE. A entrada fica no prédio do lado do Vessel e o diferencial dele é uma plataforma aberta que portanto permite uma visão privilegiada.

7 dias em Nova York: o seu último dia lá

E finalmente chega o dia que a viagem termina. Normalmente os voos direto de Nova York para o brasil saem a noite. Então aproveita seu hotel um pouco mais, arruma as malas e faça o check out do hotel deixando as malas na recepção.

Assim, você ainda terá mais algumas horas para aproveitar a cidade. Nesse dia não recomendamos que você faça nada muito pesado. Aproveite para visitar um dos museus que faltou.

O Intrepid que é um porta-aviões que hoje funciona como museu que expõe aviões usados militarmente além do próprio porta aviões. Além disso tem também o Museu de Artes Modernas o MoMa. Na região do Brooklyn que é uma área mais residencial e bem charmosa e que muita gente gosta de dar uma caminhada por lá. Ou aproveite para fazer de novo ou comer alguma coisa que você mais gostou.

Como ver Nova York de cima?

Vamos falar dos observatórios em Nova York. Nesse seu roteiro de 7 dias em Nova York, recomendamos escolher um desses observatórios para apreciar a vista do nascer ou pôr do sol. Aliás todos pagam para subir e todos vendem antecipadamente pelo site. Então você consegue se programar e pesquisar qual a melhor opção. Basicamente são 4 os principais observatórios da cidade.

aliás essa é a foto do observatório
Photo via: on Visual hunt

1. TOP OF THE ROCK

Vantagem: tirar foto do Empire state. Uma foto do horizonte de Nova York sempre fica mais bonito quando aparece o Empire state, e no top of the rock isso está garantido.

Além disso o local é aberto e conta com um amplo espaço. O que faz com que as pessoas se espalhem e não fica aquela coisa apertada com um monte de gente aparecendo na sua foto. Então, ele tem a melhor vista do Central Park.

O melhor momento sem dúvida é o pôr do sol. Já fique avisado que tem um adicional no preço de 10 dólares para o período do pôr do sol, por ser o momento mais procurado.

2. EMPIRE STATE BUILDING

  • Vantagem: O mais tradicional deles. O local é aberto.
  • Desvantagem: Aberto, mas com grades. E os corredores onde ficam as pessoas são bem estreitos.

3. ONE (World Trade Center)

  • Vantagem: melhor vista da parte sul de Manhattan. Você terá uma vista da ponte do Brooklyn, e da Estátua da liberdade. Ele é o mais alto de todos.
  • Desvantagem: todo fechado por vidros. Dependendo de como está a posição do sol, o reflexo pode atrapalhar nas suas fotos.

4. EDGE

  • Vantagem: ao contrário dos outros observatórios que ficam mais na região central da ilha, o Edge fica bem do lado oeste da ilha. E como os prédios nessa região são mais baixos, dá uma sensação de mais limpo o horizonte.

O que conhecer em Nova York?

Aliás tem muita coisa ainda para você desbravar na cidade. Você percebeu que o roteiro é rápido e você vai ficar cansado em muitos momentos. Mas temos certeza que valerá o esforço. Abaixo eu deixo o mapa certinho para que você possa analisar cada canto que indicamos.

Ah! e claro que temos muitos vídeos de nova York no canal.

16 comentários sobre “7 dias em Nova York: Roteiro completo

  1. Já salvei aqui no navegador igual você falou! Que texto completo. Vou para Nova York em 2021 e agora já sei quais lugares visitar, obrigada.

  2. Gostei muito do blog, com certeza tem dicas muito boas que ajudará quem nunca viajou para fora do Brasil e até mesmo quem já viajou, sempre tem dicas que nos ajuda, parabéns!!!

    1. Que bom que você gostou Regina. Espero que na sua viagem se for de 7 dias ou menos em Nova York você adore a cidade 🙂

  3. 7 dias é um tanto ótimo para um roteiro por Nova York. E realmente as suas dicas aqui estão bem completas. Eu fui no verão e tenho vontade de ver nova york com neve. 🙂

    1. e não é? 7 dias em Nova York é até pouco pra tanta coisa que dá pra conhecer lá, mas sem sombra de dúvidas esse roteiro já dá aquela ajudada hehe. Se você gosta de inverno, você vai adorar conhecer NYC nessa época, Polliana. E super espero que você vá um dia desses <3

  4. Que saudade de Nova York, temos muita vontade de voltar. Roteiro de 7 dias bem redondinho, dessas atrações ainda quero conhecer o Brooklyn Bridge Park que acho lindo. Dicas anotadas para a próxima viagem!

    1. Que bom que conseguimos te dar algumas dicas para a sua próxima viagem a Nova York. O legal desse tipo de roteiro de 7 dias é que te possibilita pegar algumas ideias caso já tenha ido também hehe

  5. Muito boas estas informações para um roteiro de 7 dias em Nova York. Tenho muita vontade de conhecer esta cidade, dicas anotadas para construir meu roteiro. Obrigada por compartilhar.

    1. Oie Alessandra!! Que bom que te demos boas dicas para você construir seu roteiro 😀 Espero que você vá a NYC e faça vários desses passeios 😀

  6. Tenho saudades de Nova York. Tanta coisa boa para fazer. Adorei o seu artigo com um roteiro para 7 dias em Nova York, cheio de dicas boas. E eu concordo consigo, não tem como não aproveitar para “comer” Nova York também. 😀

  7. Adorei seu Roteiro completo de Nova York. Tem tantas coisas interessantes para ver e fazer. É um destino que tenho muita vontade de conhecer.

  8. Adorei! O roteiro de vocês está super completo e começo a entender a obsessão da minha irmã pela cidade. Deu vontade de desbravar Nova Iorque depois de tudo isso passar.

    1. Sua irmã faz parte do grupo de viciados em Nova York como a gente, certeza hehe Adoramos a cidade, o Will até mais que eu. Quando for, não esquece de voltar e contar como foi a viagem pra você 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo